English Español Français Deutsch Italiano Český Polski Русский Українська Português Eesti 中文

Conhecimento contemporâneo sobre Deus, sobre a evolução e o significado da vida humana.
Metodologia de desenvolvimento espiritual.

 
Alcorao e Sunna
 

Alcorao e Sunna


Editor e compilador da versão russa
Vladimir Antonov

Traduzido ao português por Irene Pastana Batista




O islã é um dos três sistemas religiosos principais que existem na Terra.

Ainda assim, é necessário falar do Islã não somente por esta razão, mas também porque expressa a ética da atitude do homem para com Deus de uma forma concisa e metodologicamente correta.

E mais, aquela atitude para com Deus que foi ensinada por Jesus o Cristo se pratica no islã, e não no cristianismo massivo.

Que é o islã?

Historicamente, este tem suas raízes no judaísmo e no cristianismo e venera tantos aos profetas judeus como a Jesus o Cristo (Isa em árabe). O islã chama a seus seguidores a Deus Pai (Allah em árabe), tal como O entenderam os profetas judeus e Jesus. O Corão, o principal livro sagrado do islã, contém as máximas e as descrições dos feitos de Jesus e dos profetas. A narração no Alcorão é realizada por Deus através do profeta Maomé (Muhammad em árabe). Mediante esta narração, Deus dá a Maomé conselhos pessoais e explicações para a compreensão correta dEle e do Caminho até ele.

No que consiste a novidade do islã? Por que Deus não estendeu o cristianismo entre aqueles que agora confessam o islã?

O assunto é que muitas pessoas que se autodenominavam cristãos, já naquele então haviam se aleijado dos Ensinamentos de Jesus o Cristo. Enquanto ao cristianismo massivo contemporâneo, sua situação é ainda pior, posto que este perdeu a Deus em um grau considerável, pelo que seus seguidores podem chamar-se cristãos só porque continuam observando os ritos cristãos antigos.

Comparemos esta situação com a da Índia. As pessoas dali tem o Bhagavad-Gita, no qual há uma descrição bastante detalhada do que é Deus e do que um deve fazer com respeito a isto. Não obstante, inclusive ali a maioria das pessoas resultam ser incapazes de aceitar o conceito do monoteísmo (devido a que em qualquer parte da Terra, as pessoas que se encontram nas etapas tardias de seu desenvolvimento psiconergético são uma maioria). Assim, na atualidade, tanto no hinduísmo massivo como no budismo Mahayana, os seguidores não confiam em Deus, representando tão vivamente no Bhagavad-Gita, , mas nos “deuses” fictícios e pagãos (Ganesha, Kali e outros) com a respectiva iconografia. E mais, em algumas tramas degeneradas do budismo, esta tendência chegou a tal extremo que negam completamente a Deus.

As pessoas que se guiavam pela Bíblia judaica e cristã encontravam-se em uma situação ainda pior, já que estes livros não contém uma descrição de Deus que possa satisfazer as demandas de um buscador intelectual. Ali, Deus se descreve de tal maneira que ele pode converter-se em um objeto de fé, mas não em um objeto de conhecimento.

Por isso entre as pessoas involucradas no cristianismo, o retorno a cosmovisão pagã ( a atual e mais cômoda para as almas jovens) sucedeu ainda mais facilmente.

A perda de Deus no cristianismo massivo se manifestou em muitos países no feito de Deus, pregado pelos profetas judeus e por Jesus como o Objeto Principal da atenção, da aspiração e do amor, foi substituído pelos cultos pagãos de “São Nicolau” e de outros “santos padroeiros”, assim como pelo culto da mãe terrena de Jesus, quem, a pesar de haver sido uma mulher admirável e justa não pode entender e aceitar o que ensinava seu Filho e inclusive em certa ocasião O considerou demente (Marcos 3:21,31-35). Além do mais, a essência dos Ensinamentos de Jesus, segundo o qual um deve buscar a Perfeição e conhecer a Deus ali, foi substituída pela pedição realizada durante a oração.

A degradação chegou a tal extremo que a Consciência Primordial Universal foi representada como um velhinho sentado sobre uma nuvem e o Espírito Santo, como uma pomba.

É importante destacar que a tendência pagã foi legitimada pela igreja ortodoxa já em sua liturgia, aonde a muito boa, mas não divina, Maria, a mãe de Jesus, foi chamada “minha Rainha””, “nossa Senhora” e nós, então, somos seus escravos sem esperança alguma de receber ajuda a menos que provenha dela (como vemos, Deus não importa neste caso)

Assim que, vendo o começo desta tendência, Deus repetiu uma vez mais através de Seu profeta Maomé que a pessoas devem concentrar sua atenção no Deus –Criador Universal e consagrar suas vidas a Ele.

A propósito, a mesma palavra islã traduz-se como a obediência a Deus e a palavra muçulmano (muslim em árabe), como aquele que se entregou a Deus.

A essência do islã se expressa em duas formas: “A ilaha illallahh” que significa “Não há deus maior que Deus!” e “Allahu Akbar”, que significa “Deus é grande!”. (Por suposto, “grande” não no sentido de que é uma pessoa tão nobre, temível e misteriosa que se deve respeitá-la e teme-la, mas sim no sentido de que a Consciência Divina de fato não tem limites visíveis no universo e que Deus é, na verdade o Criador Todo poderoso e o Governador dos destinos da Criação inteira e do destino de cada um de nós).

Tendo o exemplo da degeneração da fé de muitos cristãos, os muçulmanos chegaram ao extremo de proibir as imagens pictóricas e esculturais de pessoas e animais para que ninguém se sinta tentado a venerá-las (esta proibição tem sido atenuado um pouco mais recentemente).

Alguém pode perguntar: por que é tão importante dirigir a visão principalmente até o Deus Pai e não, digamos, até Jesus o Cristo ou até outro Avatar? Resulta que é realmente de grande importância deste ponto de vista da metodologia do desenvolvimento espiritual. É assim, porque somente o monoteísmo estrito predispõe a que nos adeptos maduros se forme a necessidade de explorar a estrutura multidimensional da Criação, para que sua busca do Criador, a Meta e o Mestre, seja dirigida até as profundezas desta estrutura e não “ao largo da superfície plana” nas dimensões espaciais grosseiras, o que é próprio de pagãos.

* * *

Valorando tão altamente o conceito teológico do islã, devemos advertir aos leitores sobre a necessidade de adotar uma atitude crítica até o que podem prejudicar alguns indivíduos ou grupos muçulmanos. O fato de que no mundo islâmico não existe unanimidade em torno a varias perguntas religiosas demonstra que só Deus sabe tudo, enquanto que cometer erros é próprio das pessoas.

Cabe sinalar também que o Alcorão está destinado somente a formar e fortalecer a fé correta nos adeptos para que, como resultado disto possam avançar mais adiante no Caminho religioso. No Islã, a etapa de obter e fortalecer a fé e de aprender a disciplina religiosa se chama sharía. Para não repelir as massas de adeptos potenciais nesta etapa, o Alcorão não requere deles nem sequer renunciar a alimentação “de matança”, habitual na população daquela região da Terra, mas incompatível com as etapas mais altas da pratica religiosa (tariqa e outras).

Também é obvio que não tem nenhum sentido introduzir na vida cotidiana de todas as pessoas as regras de conduta que Deus deu através da Maomé a um grupo especifico de gente em um período histórico particular e, além disso, em um ambiente de hostilidades permanentes. Tem sentido chamar a assimilação dos fundamentos principais da atitude para com Deus, e não a observância mesquinha das regras da vida cotidiana expostas no Alcorão, as quais estabelecem o que comer, como se vestir, como casar-se, etc.

Mas adiante apresentamos algumas das citações mais importantes do Alcorão (com algumas pequenas clarificações, baseando-nos na tradução russa feita por I.J. Krachkovskiy) e da Sunna.

Outra vez quero destacar que as lê-las, não devemos esquecer que a palavra Alá é um equivalente árabe das seguintes palavras: Deus Pai, Ishvara, Tao, a Consciência Primordial e outros sinônimos.

* * *

Em nome de Alá, o Amoroso, o Compassivo!


1:1. Glória a Alá, o Senhor dos mundos,

1:2 o Amoroso, o Compassivo,

1:3. O Rei no Dia do Juízo!

1:4 Te adoramos e pedimos Tua ajuda!

1:5. Nos guia pelo Caminho Reto!

2:22. (…) Não atribuam iguais a Alá (…)!

2:107. Acaso não sabes que Alá tem poder sobre o céu e a Terra e que não tem vocês nem próximo nem auxiliador, maior que Ele?

2:115. A Alá Lhe pertencem o Oriente e o Ocidente; de onde quer que se dirijam, ali está a Face de Deus.

2:117. Ele é o Criador do céu e da Terra, e quando decide algo, tão somente diz: “Sê!” e o é.

2:142. (…) Di: “Alá Lhe pertencem o Oriente e o Ocidente, e Ele guia a quem quer pelo Caminho Reto!”.

2:147. A Verdade é de teu Senhor! Não sejas, pois, daqueles que duvidam!

2:148. Cada qual tem a direção na que se encaminha. Tratem, pois, de derrotar um ao outro em boas obras! (…)

2:154. Não digam sobre aqueles que são assassinados no caminho de Alá: “Os mortos!”. Não! Estão vivos! Mas vocês não o sentem.

2:155. Nós nos submetemos a provas com algo d emedo, fome, de carência de bens, de vidas e de frutos. Mas alegra a quem tem paciência,

2:156. Aqueles que quando lhes ocorre alguma desgraça, dizem: “ Em verdade, pertencemos a Alá e a ele estamos voltando!”

2:157. Sobre eles cai a Bendição de seu Senhor e Sua Graça e também são os que marcham pelo caminho correto.

2:163. Seu Deus é o único Deus! Não existe nenhuma divindade maior que Ele, o Amoroso, o Compassivo!

2:165. Há pessoas que equiparam outros com Alá e lhes amam como amam a Alá. Mas o crentes amam a Alá mais fortemente. (…)

2:216. (…) Pode ser que vocês odeiem algo, mas que este algo seja para seu bem, e pode ser que amem algo, mas que este algo seja para seu mal! Em verdade, Alá sabe, enquanto que você não!

2:256. Não deve haver coação na religião! O Caminho Reto já se distinguiu claramente do extravio! Quem não crê na idolatria e crê em Alá, se obstinou a um suporte seguro Que nunca será destruído! (…)

2:264. (…) Alá não guia pelo Caminho Reto aos infiéis!

2:271. (…) Alá está bem informado do que vocês fazem!

2:282. (…) Temam a Alá! Em verdade, Alá os ensina e Alá sabe todas as coisas!

3:2. Alá! Não há divindade, maior que Ele, o Vivente, o Existente!

3:3-4. Ele te enviou a Escritura na verdade confirmando que aquele enviado anteriormente é verdadeiro. Ele havia enviado a Torá e o Evangelho antes, como um guia para a gente (…).

3:3-6. Na verdade, nada está oculto de Alá, nem na Terra nem no céu. Ele é Quem os molda nos ventres, como Ele quer (…).

3:28. Que os crentes não tomem como amigos íntimos os infiéis (…)! Quem faz isso não tem nada em comum com Alá, a menos que se cuide deles com medo!

Alá os adverte de Si Mesmo, (pois) para Alá é o retorno!

3:54. (…) Alá é o melhor dos astutos.

3:60. A Verdade vem de tu Senhor. Não sejas aquele que duvida!

3:73. (…) Diz: “ Em verdade, a guia direta é a guia de Alá! (…)”.

3:80. Alá não lhes ordenará que tomem como senhores aos anjos e aos profetas. (…)

3:110. (…)Se a gente da Escritura* creria, seria melhor para eles! Há crente entre eles, mas a maioria é depravada.

3:113. Nem todos entre eles são iguais. Entre a gente da Escritura há uma comunidade firme (…).

3:150. (…) Alá é seu Protetor e o melhor dos ajudantes!

3:157. E por suposto, se vocês foram assassinados no caminho de Alá ou morreram, então o perdão e a misericórdia de Alá são melhores que o que vocês acumulam!

3:169. E não considerem como mortos àqueles que foram assassinados no caminho de Alá. Não estão vivos. Eles recebem a sorte de seu Senhor!

3:176. Que não te aflijam os que se dirigem até a incredulidade, pois eles não farão nenhum dano à Alá! (…)

4:36. Adorem a Alá e não considerem ninguém como Seu companheiro! Façam o bem aos pais, aos próximos, aos órfãos, aos pobres, aos vizinhos, parentes e não parentes, ao amigo que vive próximo e ao viajante (…)! Na verdade, Alá não ama àqueles que são arrogantemente fanfarrões,

4:37. Os que cerceiam, ordenam a outros serem avarentos e escondem o que Alá os tem dado de Sua generosidade! (…)

4:78. (…) Se lhes sucede um bem, dizem: “ Isto vem de Alá”, mas se lhes sucede um mal, dizem: “ Isto vem de ti”. Diz:”Tudo vem de Alá”. Por que destas pessoas não podem entender o que lhes disse?

4:79. O bem que te sucede vem de Alá e o mal que te sucede vem de ti mesmo. (…)

4:111. (…) Quem comete um pecado o faz contra si mesmo. Na verdade, Alá é conhecedor, sábio!

4:174-175. Ó gente! (…) Aos que creram em Alá e se apegaram a ele, Ele lhes incluirá em Sua Misericórdia e Generosidade e lhes guiará até Si pelo Caminho Reto!

5:15. Ó gente da Escritura! Nosso Mensageiro veio a vocês para explicar muito do que vocês ocultam na Escritura e muito do que passam por alto. (…)

5:17. Não creem aqueles que dizem que Alá é o Messias*, o filho de Maryam. (…)

5:59. Di: “Gente da Escritura! Acaso vocês se vingam de nós somente pelo fato de que cremos em Alá, e pelo que se nos foi revelado, e pelo que se havia revelado antes, e pelo fato de que a maioria de vocês são depravados?”

5:67. (…) Na verdade, Alá nos guia retamente às pessoas infiéis!

5:72. Não creiam aqueles que desciam: “ Pois Alá é o Messias, o filho de Maryam*!”

5:73. Não creiam aqueles que diziam: “Pois Alá é o terceiro dos três” enquanto que não há nenhuma divindade, mas que um Único Deus (…)

5:116. E quando digo: Alá: ”Ó, Isa, filho de Maryam! Acaso Tu disse a gente: “Aceita-me a Mim e a mina mãe como dois deuses além de Alá”?! Ele (Isa) disse: “Gloria a Ti! Como posso decidir algo que não tenho direito a decidir? (…)

5:117. Não lhes disse mais do que Tu Me havias mandado: “Adorem a Alá, Meu Senhor e seu Senhor!”. (…)

6:17. Se Alá te toca com uma desgraça, não existe outro que te libere desta, que não Ele. (…)

6:32. A vida de cá mão é mais que um jogo e distração; a morada futura é melhor para aqueles que são temerosos de Deus. Acaso compreendem?

6:51. (…) não, há, fora dEle, um protetor nem um intercessor!

6:106. Segue o que te foi revelado por teu Senhor: “Não há nenhuma divindade maior que ele.”, e dá as espadas aos politeístas!

7:7. (…) (Nunca sucede que) Nós estamos ausentes!

7:27. (…)em verdade temos feito aos shaitans* os protetores daqueles que nos creem!

7:42. Enquanto àquele que creram e fizeram o bem – Nós poremos sobre a alma somente o que pode levar – eles são os habitantes do paraíso (…).

7:180. Alá possui os nomes mais belos*! Chame-o com estes e abandonem a que disputam sobre Seus nomes!

9:51. Di: “Nada nos ocorre fora do que Alá nos havia predestinado! Ele é nosso Protetor!” Que os crentes, pois, confiem em Alá!

9:116. Em verdade, Alá tem poder sobre o céu e a Terra! Ele dá a vida e dá a norte! Não tem, além dele, um protetor nem auxiliador!

10:12. Quando um mal toca o homem, o homem Nos invoca (permanecendo) encostado, sentado ou de pé. Contudo, quando quitamos este mal, o homem continua seu caminho como se nunca nos houvesse invocado contra o mal que lhe tocou. (…)

10:44. Em verdade, Alá não é nada injusto com os homens, mas os homens que são injustos consigo mesmos!

10:107. Se Alá te toca com um mal, não há nada mais que te possa libertar deste, salvo Ele. E se ele te deseja uma bem, não há nada que possa deter Sua Graça (…)

11:15. Aqueles que desejam a vida próxima* e seus adornos, Nós lhes ajudaremos a terminar completamente suas obras nesta, e eles não serão defraudados ali.

11:16. São aqueles que não terão mais que o inferno na vida futura, e será vão o que eles fizeram aqui, e nada o que criaram.

13:36. Aqueles a quem Nós temos dado o livro (o Alcorão) se regozijam do que te foi revelado. (…) Di: “A mim me foi mandado adorar a Alá e não considerar a ninguém como Seu companheiro; a Ele eu O chamo e a Ele volto!”

16:119. (…) com aqueles que fizeram um mal pela ignorância, mas depois se arrependeram e o emendaram, teu Senhor é perdoados e misericordioso!

17:23. Teu Senhor decidiu que vocês não devem confiar em ninguém, mas que nEle e devem fazer bem a seus país. Se qualquer um deles alcança a velhice, não lhes diga: “Fui!” nem lhes grite; pelo contrario, diga-lhes uma palavra generosa.

17:25. E inclina adiante deles o ala de humildade pela misericórdia e diz: “Senhor, perdoa-os, já que eles me criaram quando era pequeno!”

17:26. Dá o devido ao parente, assim como ao pobre , ao viajante, ,mas não prodigues imprudentemente,

17:27, pois os pródigos são os irmãos dos shaitans! (…)

17:29. Não faças que tua mão está atada a teu colo*, nem a alargues em toda sua extensão* para que não sejas reprovado e miserável!

17:30. Na verdade, teu Senhor estende a sorte para quem quer e distribui tudo! Ele sabe de Seus servos e lhe vê bem.

17:37. Não caminhes com orgulho pela terra (...)!

18:110. Diz: “Sou um homem igual a vocês, a quem se foi revelado que seu Deus é um Único deus! Quem espera encontrar-se com seu Senhor, que faça boas obras e, adorando a seu Senhor, não Lhes associe nada!”

20:8 Deus! Não há outra divindade, mais que ele! Possui os nomes mais belos!

20:46. Ele disse: “Não temam! Eu estou com vocês, ouvindo e vendo!”.

21:35. Cada alma passará pela morte*! Nós lhes provamos com o mal e com o bem, e a Nós serão devolvidos!

22:75. Alá escolhe os mensageiros entre os anjos e entre as pessoas. (…)

28:50. (…) Há alguém mais desviado que quem seguiu sua paixão sem a direção de Alá? Em verdade, Alá não guia pelo Caminho Reto às pessoas pecadoras!

28:59. Teu Senhor não destrói aos pobres sem haver mandado antes a um mensageiro ali para que lhes recite Nossos presságios (para dirigi-los até a retidão). Nós destruímos os povos sem que seus habitantes fossem pecadores!

31:21. E quando se lhes disse: “Sigam o que Alá lhes revelou!”, eles dizem: “Não! Seguiremos o mesmo que nossos país seguiam!”. (…)

31:22. Quem voltou seu rosto para Alá e faz o bem, se apoiou em um suporte firme! (…)

31:23. Se alguém não crê, que sua incredulidade não te entristeça! A nós voltarão e lhes explicaremos o que fizeram! (…)

32:11. Diz: “Receberá seu falecimento o anjo da norte, encarregado de vocês e depois serão devotos a seu Senhor”.

32:12. Se pudesse ver como os pecadores abaixam suas cabeças ante o Senhor: “Nosso Senhor, temos visto e ouvido! Faça-nos voltar para que possamos fazer o bem! Pois (agora) estamos convencidos da verdade!”

32.20. Aqueles que se entregavam a libertinagem terão o inferno como sua morada. Cada vez que desejem sair dali, serão devolvidos e lhes será dito: “ Provem o castigo do inferno que vocês haviam considerado uma mentira!”

32:21. Nós os faremos provar o castigo mais próximo*, (que existe) além do grande castigo*! Quiçá, eles voltam (ao Caminho Reto)!

33:5. (…) não há pecado sobre vocês naquele no que se equivocaram, mas somente (há) naquele que tramaram. (…)

33:16. Diz: “O fugir não os ajuda se estão tentando fugir da norte (…)! (…)”.

33:41-42. Ó crentes! Lembrem-se de Alá frequentemente! Glorifiquem-no na manhã e à tarde!

35:41. Em verdade, Alá sustenta o céu e a Terra para que não desapareçam. (…)

37:182. E glória a Alá, o Senhor dos mundos!

39:42. Alá recebe as almas no momento da morte e aquela que não se foi (ainda(, durante o sonho. (…)

39:55. Sigam o melhor que seu Senhor lhes revelou (…)!

39:66. (…) Adora a Alá e sê agradecido!

40:60. O Senhor disse: “Chama-me e Eu os contestarei!(…)”

41:6. Diz: “Sou um homem igual a vocês, a quem se revelou que seu Deus é um Único Deus. Assim que vão diretamente a ele e peçam perdão! (…)

41:8. Em verdade, aqueles que creem e fazem o bem receberão uma recompensa inesgotável!”

41:46. Quem faz um bem, o faz para si mesmo, e quem faz um mal, também o faz contra si mesmo. (…)

41:51. Quando Nós concedemos uma misericórdia ao homem, este homem dá meia volta e se aleija. Em troca, quando um mal te toca, se converte no praticamente de uma larga oração.

42:10. (…)!(…) Alá (…) (é) meu Senhor, nEle confio e a Ele me dirijo!

42:13. (…) Alá elege para si a quem quer e direciona para Si a quem se volta (à ele)

42:30. Qualquer desgraça que lhes ocorra foi provocada por suas mãos, mas Ele perdoa muito.

42:48. (…) Quando lhe damos a provar ao homem Nossa graça, se alegra disto, mas se lhes sucede um mal pelo que provocaram suas mãos, é mal agradecido!

42:49. Alá tem poder sobre o céu e a Terra. Ele cria tudo o que quer,. Concede as filhas a quem quer e os filos a quem quer.

42:50. O bem concede ambos, varões, e fêmeas; e a quem quer o faz estéril.

46:3. Criamos o céu, a Terra e o que está entre estes com um fim e por um plano determinado. (…)

49:12. Ó crentes! Tenham cidade de muitos dos pensamentos! Pois alguns destes são pecado. (…)

59:20. Não são iguais aos moradores do inferno e os moradores do paraíso,. Os moradores do paraíso são os que alcançaram o êxito!

59:23. Ele é Alá – não há nenhuma divindade, maior que ele- o Rei, o Santo, a Paz, o fiel, o Guardião, o Grande, o Poderosos, o supremo, Gloria a Alá! (…)

59:24. É Alá, o Criador, o Feitor, o Mestre. Tem os nomes mais belos! O louvam os que estão no céu e os que estão na Terra. É grande, sábio!

84:6. Ó homem! Tu buscas a teu Senhor e o encontrarás!

87:1. Glorifica o nome de teu Senhor, o Altíssimo (…)!

* * *

Agora conheçamos alguns ditos — as declarações do profeta Maomé e Deus, transmitidas através de Maomé, escritas nos livros da Sagrada Tradição do islã, a Sunna (extraídas do livro [63]):

Uma boa educação é a melhor herança que se pode deixar aos filhos.

Sempre diz a verdade, ainda quando isto não seja vantajoso para ti!

Compartilham com os demais o que sabem e ensinam-lhes!

Quem nunca se apiedou de ninguém, desta pessoa ninguém se apiedará.

Não seja uma carga para os demais!

Não se sentem entre duas pessoas sem pedir sua permissão primeiro.

Sejam poupadores e não se permitam sofrer a pobreza!

A riqueza não consiste na quantidade de mercadoria, mas na amplitude da alma.

O conhecimento é um tesouro, a chave de qual é a curiosidade intelectual.

Fique longe de um tolo!

A tranquilidade é uma ganancia, a pertubação é uma perda.

Não se apressem a tomar decisões e prevejam as consequencias!

Não julguem a nada se baseando em suposições o tendo duvidas.

Exortem cada um a não fazer o mal!

Tem-se que castigar a um culpado, nunca lhe pegue na cara!

Quem se levanta tarde, fecha para si a porta da prosperidade,

Qualquer suborno é um pecado e uma fonte abominável de ingresso!

Aquele que se enraiveceu deve calar-se imediatamente!

Uma pessoa inospitaleira é uma pessoa deficiente!

Recompensem àqueles que lhes fizeram um bem!

Vale a pena perdoar àquele que te ofendeu, dar aquele que não te deu reconciliar-te com aquele que te repreende!

“Ó homem”! Se não está satisfeito como o pouco, não te fará algo maior!

Fazes boas obras tacitamente.

Não desejem a morte nem para si mesmo nem para os demais.

Quem não agradece às pessoas não agradece a Alá.

Tudo o que foi criado por Alá é belo, ainda que as pessoas não sempre o entendam!

Alá criou as enfermidades, mas Ele também criou as medicinas para tratá-las.

Alá é generoso e gosta das pessoas generosas.

Para tudo há um caminho e o caminho ao paraíso o abre o conhecimento.

Para conseguir o conhecimento, não tenham pessoa de ir ainda que para a China distante, porque conseguir o conhecimento é o dever principal de um muçulmano!

A perdição é uma ocupação indecente!

Ao começar a comida, recordem a Alá e não sejam exigentes com a comida!

As portas do bem estão fechadas. A chave que as abre é o trabalho.

Adivinhar e crer nas palavras dos adivinhadores e feiticeiros é uma abominação.

Uma pessoa má se caracteriza pelos seguintes recursos: mente na conversa, não cumpre suas promessas e, vendo sua impunidade, faz coisas infames.

Pague ao obreiro por seu trabalho antes que se seque seu suor.

Aquele que tem um caráter brando, que se comporta bem que não causa danos aos demais, nunca será tocado pelo fogo do inferno!

O Alá se agrada mais uma hora empregada para conseguir o conhecimento útil que toda a noite gasta com oração.

Tratem de ser limpos em todo momento! (…)


Especialmente para os varões:


Tratem bem as mulheres! (…)

O nobre trata bem as mulheres, mas o infame é pérfido com elas.

Respeitem as mulheres! (…)

Se o pai e a mãe te chamam ao mesmo tempo, vê primeiro à mãe!


 
Página principalLivrosArtigosFilmesGaleriaScreensaversNossos websitesLigaçõesSobre nósContato